Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização.

Comunicados

Satisfeita com a reabertura do comércio e plano de desconfinamento, por zonas e risco de transmissão da Covid-19, a UACS faz apelo aos portugueses

A União de Associações do Comércio e Serviços (UACS), após a decisão por parte do Governo sobre a reabertura total do setor do comércio e serviços, apela ao consumo no comércio local, considerando fundamental as restrições em vigor por regiões de acordo com o Risco de Transmissão de Covid-19.

No entanto, o comércio necessita de retomar a sua atividade junto dos clientes, levando a UACS a apelar aos moradores de Lisboa e visitantes que façam as suas compras em lojas locais de forma a apoiar a economia do País, que foi gravemente afetada pela pandemia da Covid-19.

Lourdes Fonseca, presidente da direção da UACS, explica que ?Apesar de ser uma ótima notícia o facto de todo o setor já estar de portas abertas, a primeira semana de desconfinamento não teve muito impacto na retoma e fica a faltar o essencial: clientes. Depois de um ano de pandemia e com a ausência de turistas na capital o setor precisa agora do apoio dos portugueses, pois a maior parte dos pequenos negócios enfrentam graves dificuldades e, se há́ altura em que devemos apoiar o que é local, é agora."

Para além dos clientes, a UACS dirige-se ao Governo e reforça a importância de que são indispensáveis medidas de apoio aos trabalhadores e empresas mais afetados, designadamente medidas de capitalização das empresas, moratórias financeiras, fiscais e contratuais, apoios a fundo perdido e ao emprego mais robustas, céleres, e abrangentes do que as até aqui existentes, as quais têm sido insuficientes para suster a destruição do tecido empresarial nacional. 

Fonte: Green Media
Facebook Linkedin Twitter Pinterest

Tem um projecto em mente?

Teremos o maior prazer em concretizá-lo.